Imperatriz 
Leopoldinense



  ver as fantasias

A Imperatriz Leopoldinense mostrou na noite desta sexta-feira os protótipos das fantasias preparadas pela carnavalesca Rosa Magalhães para o desfile da escola no ano que vem. Durante a apresentação, o público pôde ver roupas um pouco menos luxuosas do que as dos anos anteriores, mas bastante diversificadas de acordo com os setores. Curiosamente, nenhuma delas representava especificamente Giuseppe e Anita Garibaldi, personagens centrais do enredo "Um por todos e todos por um...".

Rosa Magalhães explica que, embora tenha sido excluído da apresentação, o casal que liderou a Revolução Farroupilha (1837-40) vai ser fartamente representado na Avenida.

"Vai ter Anita e Garibaldi no carro alegórico. Aliás vão ter vários Garibaldis. Quanto à Anita, ainda estou decidindo se vamos ter uma ou duas", revela.

O amor do casal é exaltado no último setor, que conta também com as fantasias mais luxuosas. A cor dourada predomina em alas como "O amor de Garibaldi e Anita" e na ala das baianas, que simbolizará "O amor pela liberdade". No setor de figuras ligadas ao Império brasileiro, a cor azul se destaca. Paralelamente, o segmento que reproduz o carnaval de Nice tem as indumentárias mais despojadas e coloridas, enquanto as primeiras alas trazem os personagens mais famosos dos livros de Alexandre Dumas, como a Rainha Margot e o homem da máscara de ferro. Alguns elementos da fauna e da flora dos pampas também serão representados através de fantasias.

Em 2006, a bateria da Imperatriz desfilará vestida de "camisas vermelhas", em alusão ao movimento comandado por Garibaldi na Itália a favor da unificação do país. A respeito do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Rosa antecipou apenas que Marcílio e Verônica percorrerão a Marquês de Sapucaí com "muito diamante".

Na apresentação de protótipos, o presidente da agremiação, Wagner Araújo, mostrou-se otimista com o trabalho da carnavalesca.

"A Rosa superou nossas expectativas. Saímos com a impressão forte de que a Imperatriz vai terminar seu desfile aclamada pelo público", elogia.

Durante o evento, a bateria de mestre Jorjão deu um show à parte. Os ritmistas arriscaram "paradinhas", ajoelharam e deram passos de dança. O único incidente desagradável ficou por conta da ex-porta-bandeira Maria Helena, que assistiu a tudo de camarote, mas não olhou para o novo casal que substitui as funções antes desempenhadas por ela e o filho Chiquinho.




site não oficial da imperatriz leopoldinense

lançamento : 27 Janeiro 2004

email : imperatriz@free.fr

Get Firefox!